9.2.14

Dose de anestesia

Quando eu tinha uns sete anos, eu tinha medo de monstros e bruxas -assim como toda criança. Para fugir deles eu me escondia debaixo do edredom, fechava os olhos e esperava.

Aos meus doze, nas situações difíceis, eu só abaixava a cabeça e deixava as lágrimas escorrerem até secarem por si só.

Quando cheguei aos quinze, aprendi que as decepções e as mágoas são boas. Quer dizer, elas doem. Doem muito. Mas com o tempo você começa a entender como lidar com elas. Aprende que não adianta mais se esconder debaixo de um edredom e esperar os problemas irem embora. É preciso se levantar e expulsá-los você mesma.

De tanto sofrer, você cria anticorpos contra aquilo, e uma hora, quando os monstros voltam, você nem sente a dor com a mesma intensidade de antes, como se você tivesse tomado uma dose de anestesia. E é melhor assim, sabe? Arrancar o band-aid de uma vez só.

Trata-se de superação. De aprendizado, e força de vontade. Com todos os nãos e os impossíveis que as pessoas fazem questão de jogar na sua cara todo dia, você se dá conta de que aquela vontade de provar para toda aquela gente que você consegue, é maior do que a dor que aquilo lhe causa -daquelas pessoas que você pensava que sempre te apoiariam, e de uma hora para outra, te arremessam dentro de um buraco-negro.

E aí você se ergue. Você se empenha mais do que antes, porque você quer provar aos outros, e a si mesma, que você é sim capaz. Todo mundo é. 

As mágoas, os tropeços, servem para isso. De impulso para que toda vez que vez que você caia, aprenda que a queda não era tão longa e dolorosa como foi da primeira vez, e sim um aviso para que você faça tudo de novo. Só que dessa vez melhor.



12 comentários :

  1. Texto Maravilhoso,meio que parece ser feito pra mim hahahaha
    As mágoas, os tropeços, servem para isso. De impulso para que toda vez que vez que você caia, aprenda que a queda não era tão longa e dolorosa como foi da primeira vez, e sim um aviso para que você faça tudo de novo. Só que dessa vez melhor.
    Linda frase.
    beijos
    porqueestrelas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É exatamente o que eu penso, eu não sofri tanto assim mas acho que demorei pra perceber o que as mágoas significavam.

    ResponderExcluir
  3. Nossa Laila! Vc escreve muito bem! Haha
    Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto, muuito bom !

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
  5. Nossa, você escreve muito bem.
    http://marymicucci.com

    ResponderExcluir
  6. Have a great Weekend Laila ,kisses!

    ResponderExcluir
  7. Também gosto de encarar as mágoas e os tombos desse jeito: algo bom. É das decepções que a gente tira as melhores lições, por isso, mesmo com dor, eu prefiro acreditar que nada acontece por acaso, tudo tem um sentido.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  8. Laila que perfeito, devemos arrancar esse medo de uma só vez sem hesitar. quem tem medo não faz nada, por isso devemos quebrar a cara sim, cair sim, e é fundamental saber levantar.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Texto maravilhoso, estou apaixonada pelos seus textos! Por mais que doa, são com os erros que aprendemos, é igual ao ditado: "a vida é igual ao piano, com o tempo percebemos que com as teclas pretas também se faz uma música" ou algo bem parecido haha

    http://l-ovelythings.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Apaixonada pelo texto, sério!
    Confesso que as vezes ainda me escondo debaixo do edredom, mesmo sabendo que não adianta, mas é uma forma de refugio, mesmo que por alguns minutos!
    Da uma passadinha no meu blog?
    Segue se gostar?
    http://theworldoflena.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Amei o texto
    the-insanegirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Arrancar o band-aid de uma vez só. Isso é tudo. Adorei o texto, de verdade. Bá, você escreve bem, viu?

    Grande beijo! <3

    ResponderExcluir